Home

Verão é tempo de praia, sol, CR7 de mini shorts e iates novos, ouvir o “Eu gosto é do verão” dos Fúria do Açúcar, mas acima de tudo, é sinónimo de Jorge Mendes.

EXCLUSIVE PICTURES FOR PAPERS ONLY - MINIMUM REPRO £ 2500 PER SET-Cristiano Ronaldo relaxes on holiday in Italy Não que ele se passeie pelo Bar 7, do Paulo China, em Vilamoura, ou que adore os novos hits do Iran Costa, mas de certa forma ganha o pão anual (qual hoteleiro algarvio) nos meses de Junho a Setembro.

A arte negocial do Jorge já fez muitos milagres, principalmente para alguns clubes e jogadores, mas essencialmente para o próprio. São famosos os seus negócios com os grandes clubes portugueses, em especial o FC Porto. Ouvi há uns tempos umas chamadas com o presidente azul, que denotam uma surpreendente (para alguns) preferência pelos portistas.

Neste rol de negócios, Mendes consegue colocar jogadores em colossos do futebol mundial como Real Madrid, Manchester United ou Barcelona, mas também em clubes alternativos como Zenit ou Valência. Contudo as suas galinhas dos ovos de ouro são outras. Jorge Paulo quase que escolhe os clubes ciclicamente. No ano de 2003 a chegada de António Salvador à presidência do Sporting de Braga abriu-lhe, até hoje, as portas da Pedreira. Em 2004 vendeu tudo o que mexia no Dragão ao Chelsea. O líder Mourinho foi também e o sucesso chegou imediatamente. Um ano depois fretou um avião de portugueses e mandou para Moscovo defender o Dínamo. Um fracasso redundante para quem tanto investiu em jogadores lusitanos e, com a excepção Danny, enfiou autênticos barretes.

Ao longo destes anos estabeleceu estranhas relações com clubes como Atlético de Madrid, Besiktas, Deportivo da Corunha e Zaragoza. Autênticos portos de chegada de elementos representados pela Gestifute. O Real Madrid da era Cristiano Ronaldo foi um belo exemplar da influência do empresário no futebol mundial. No meio de toda esta parafernália de negócios ainda consegue transaccionar os principais jogadores da Liga (nacionais e estrangeiros), verão após verão, com grandes equipas da Europa. A sua teia hoje não alberga apenas os bons jovens portugueses. Tudo o que tiver qualidade e estiver na pátria lusitana, mais tarde ou mais cedo, será agenciado por ele.

Actualmente o rei do Verão chegou ao Mónaco, e parece que para ficar. A equipa do principado pretende um onze de luxo para lutar por títulos. Mendes já convenceu quatro jogadores com muito mercado (Falcão, Moutinho, James, Ricardo Carvalho) a vestir de vermelho e branco. Todos eles agenciados pelo empresário português que este ano já colocou Mourinho e Paulo Fonseca e terá com certeza mais um verão atribulado. Com Nani, Fábio Coentrão, Patrício e possivelmente Di Maria na rota dos monegascos, Jorge Mendes quase que formava um onze de luxo só com jogadores da Gestifute.

Esta aproximação entre o empresário e o milionário russo,dono do clube, será proveitosa para o Mónaco? Com o russo do Chelsea funcionou mas o de Moscovo não achou muita graça…

Estes acordos podem ser proveitosos para os clubes, podem ser vantajosos para os jogadores, mas de certeza que são mais convenientes para o empresário. Já que caso o jogador e o clube não sejam feitos um para o outro o empresário tem sempre a sua comissão salvaguardada. Negócios como Roberto, Pizzi, Sílvio, Bebé ou Giourkas Seitaridis são estranhos para qualquer símio que acompanhe minimamente futebol. Pagando muito ou pouco, tendo o jogador um rendimento forte ou fraco, a verdade é que a comissão do empresário nunca escapa.

É inacreditável que Roberto tenha custado 8,5 milhões de euros ao Benfica, tenha sido desastroso, e depois vendido com lucro. Só para citar alguns dos negócios da roda dos milhões de Jorge Mendes com clubes como Besiktas, Braga, Rio Ave, Dínamo de Moscovo, Atlético de Madrid ou Zaragoza.

660x495Que o empresário é um grande gestor de carreiras não há duvida absolutamente nenhuma. A sua empresa é altamente profissional e resolve todos os problemas, externos ao futebol, dos seus agenciados. Estes que, por norma, são atinados e profissionais ao extremo apenas tem a preocupação de render dentro das quatro linhas. De qualquer forma até que ponto é saudável quase monopolizar o mercado nacional, colocar treinadores (Costinha, Nuno Espírito Santo), formar plantéis e fazer negócios no mínimo vantajosos para alguns e medíocres para outros (Vendas de Pizzi por 13,5, Sílvio 8 e Bebé 9 podem ser boas para muita gente, mas não para os compradores)?

Se o Mónaco será mais um fracasso (estilo Dínamo), onde Mendes encheu os bolsos, ou um sucesso global (Chelsea), onde ele fez o mesmo (com outro sucesso) só o futuro dirá. De qualquer forma, estaremos cá para ver, como sempre, no início de mais um verão.

GOSTOU DESTE ARTIGO? ENTÃO ENTRE EM 
https://www.facebook.com/palavrasaoposte
, CLIQUE ‘GOSTO’ E ACOMPANHE OS ARTIGOS DIÁRIOS DO PALAVRAS AO POSTE! 

SONY DSCBruno Gomes

Anúncios

One thought on “O Rei do Verão

  1. Os empresários são das espécies que contribui mais activamente para o declínio do futebol como desporto. Não passam de elementos externos que se aproveitam do talento dos jogadores que representam para encher os bolsos, fazendo muitas vezes negócios dúbios na sua legitimidade e de contestável mais-valia para o jogador.

    Concordo que os jogadores tenham de ter apoio na gestão das suas carreiras, mas um agente cobrar uma comissão por uma transferência a um clube é pornográfico, afinal, se o agente é do jogador, que seja o jogador a pagar a comissão.

    Na parte que me toca, não passam de parasitas que se aproveitam da paixão dos milhões de adeptos da modalidade e da ignorância dos seus representados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s