Home

O Sporting, através dos seus responsáveis, já afirmou e reafirmou diversas vezes a vontade de renovar com  Bruma. O próprio jogador, enquanto podia falar sem estar escondido, assumiu constantemente que por sua vontade permaneceria em Alvalade. Parece evidente que se as principais partes estão de acordo, não é propriamente por elas que não se fez, até à data, o acordo. Desde os 14 anos que Bruma é visto em Alcochete e em Portugal como uma jóia rara que deve ser lapidada. Das pérolas leoninas era provavelmente a que mais prometia e mais entusiasmava os adeptos. Cada recusa em trocar o Sporting pelo Manchester City ou outro tubarão do mercado era um sinal de alívio pela permanência do jovem craque. As coisas hoje são bem diferentes. O jogador está, através dos seus empresários, a forçar a saída do clube depois de uma péssimo processo negocial que envolve a incompetência total da anterior direcção e falta de visão da actual. Este imbróglio fez com que um jogador sempre visto como um futuro craque e que provou em campo essas qualidades, inclusive num campeonato do Mundo sub-20, passasse a ser visto como um medíocre ao nível de Fábio Paim ou Edgar Marcelino (que a nível sénior foram totalmente nulos)! Situações perfeitamente incomparavéis e inconcebíveis. Bruma é um craque e vai continuar a sê-lo seja em Lisboa, no Porto, em Londres ou Istambul.

image_2A desvalorização que tem sido feita ao jogador por parte de adeptos e mesmo alguns ex-jogadores, como Jorge Cadete, é absurdamente ridicula e denota um enorme grau de amuo: enquanto está no clube é uma lenda, a maior promessa da Humanidade, quando quer sair não vale nada e todos os outros que estão no clube (a maioria ficava na reserva para Bruma jogar) são muito superiores. Tenho muita pena de que este jovem não esteja no actual plantel do SCP, mas não tenho dúvidas de que se estivesse seria titular de caras e Leonardo Jardim teria alas de sonho. No futebol actual o famoso amor à camisola é um mito urbano. Os jogadores são profissionais e têm de procurar uma vida melhor, desde que não atropelem a justiça desportiva e os valores éticos – infelizmente é o que mais acontece. Bruma procura uma vida monetariamente melhor, mas tem apenas 18 anos. Actualmente precisa jogar para evoluir e dar o salto financeiro e desportivo. O Sporting e o campeonato luso são os locais ideais para isso e o extremo deve sabê-lo. Mas parece preferir não marcar uma posição e impor deliberadamente a sua vontade. Para mim é algo perfeitamente normal. Bruma saiu da Guiné aos 12 anos, contra a vontade da mãe, que não queria ver partir o único rapaz que lhe transportava eficazmente a lenha para casa. Jogava descalço, na rua, com outros rapazes que assim como ele tinham uma vida para lá de modesta e cheia de necessidades e que nem sequer sabiam falar português. Catió Baldé descobriu o jogador e trouxe-o para Portugal passando a representar para o atleta uma espécie de pai. É ele quem toma todas as decisões da vida de Bruma e sejamos sinceros, aos 18 anos qualquer individuo é apenas e só um pequena besta. Se, à semelhança do jovem jogador, o leitor tivesse uma educação limitada e uma estrutura familiar frágil, é provável que preferisse ter decisões tomadas pelo seu “pai”. Se foi Catió que conseguiu trazer Bruma até aqui com sucesso, porque o jogador não voltaria a confiar nele? Para Bruma o Sporting é a sua casa e Baldé o pai. Para Baldé o Sporting é um porto de mercadorias e Bruma apenas mais uma forma de fazer dinheiro. E porquê digo isto? Se este empresário estivesse realmente interessado no futuro do jogador tentava que ele evoluísse em Alvalade. Excluindo o aspecto financeiro, jogar num país diferente, com cultura e língua opostas e num clube onde as chances de ser titular podem escassear – como o Real Madrid ou o Chelsea – dificilmente seria benéfico para a precoce carreira de Bruma.

PENAFIEL 08/09Para além de Baldé, empresário de estranhos negócios com dividas assumidas ao fisco (por pagar), Bruma é representado por Bebiano Gomes. Bebiano, aquele honesto e transparente ex-jogador que veio de Bissau para jogar no Sporting mas que acabou por sair na Luz porque o autocarro parou primeiro na paragem encarnada, também me parece mais interessado na gorda comissão que vai rachar com o compicha Catió do que propriamente com o futuro do jogador. Nesta novela mexicana o menos culpado é provavelmente o protagonista principal: Bruma.

As declarações do jogador foram, numa fase inicial, de aproximação ao Sporting. Depois que a crise se instalou várias foram as vezes em que um Bruma, com um toque «a Bebianado» e um português riquíssimo que, facilmente se percebe, não pertencem ao habilidoso jogador, falou mal do seu clube através dos jornais. Nos últimos dias o jogador voltou a falar (desta vez foi mesmo ele!). Pela milésima vez que teve uma aparição pública o jovem extremo voltou a abrir a porta a um regresso ao Sporting. Contudo, foi mais interessante para a comunicação social lusa transformar um “quero jogar seja em que clube for” e um ” fico orgulhoso com o interesse do Benfica” – quem não ficaria? – numa vontade imensa do luso-guineense em trocar o verde pelo encarnado. Talvez para ser emprestado para o Dubai, ou explodir no Toulouse… Quem sabe?

image_1Depois que a guerra foi iniciada tenho de tirar o chapéu a Bruno de Carvalho. Entrou muito mal neste processo mas tem sabido estar à altura, fazendo sempre uma brilhante defesa do Sporting e em simultâneo do jogador. Bruno sabe que Bruma pode voltar e ser um reforço de peso no reino do leão. A forma como se tem esforçado para não ostracizar o jogador e mediar o conflito com os parasitas que o rodeiam é de louvar. O regresso de Bruma a Alvalade depende em grande parte (se a vitória na justiça sorrir ao Sporting) do jogo de cintura de Bruno de Carvalho para colocar os adeptos do lado do jogador novamente. Até agora a protecção tem sido bem feita e acredito que se o jovem regressar, Bruno fará com que seja recebido de braços abertos. Não sei se Bruma vai voltar ou não, mas sei que gostava muito que isso acontecesse. Seria excelente para o Sporting e para o jogador, os dois principais interessados neste negócio, logo secundados pelos sanguessugas das comissões. Este rapaz não teve um educação de qualidade (as suas últimas declarações provam isso mesmo), uma família e uma formação que lhe permitissem aos tenros 18 anos ter a maturidade de alguns dos seus colegas. Contudo tem muito que evoluir enquanto homem e jogador e nós sportinguistas devemos saber respeitar isso, porque só quem já presenciou a miséria e o desespero sabe o quanto custa ter uma vida melhor.

Se rumares a paragens rivais desejo-te o eterno e natural insucesso mas jamais guardarei qualquer mágoa tua. Se voltares vou receber-te como um herói e aplaudir-te cada um dos 90 minutos, porque não assobio nem ofendo jogadores do meu clube. Ainda não sei qual será a decisão final, mas deixo o apelo: Volta Bruma, estás perdoado!!

GOSTOU DESTE ARTIGO? ENTÃO ENTRE
EM https://www.facebook.com/palavrasaoposte, CLIQUE ‘GOSTO’ E
ACOMPANHE OS ARTIGOS DIÁRIOS DO PALAVRAS AO POSTE! 

SONY DSCBruno Gomes

Advertisements

One thought on “Volta Bruma, estás perdoado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s