Home

Não vi a conferência de imprensa que Bruno de Carvalho promoveu esta segunda-feira. Não o consegui fazer, com muita pena minha. Quando finalmente tive possibilidade de ler o que foi dito, em traços gerais, confesso que não fiquei minimamente surpreendido. Não quero ser mais um a esmiuçar o mensageiro ou a mensagem. Mas, como Benfiquista, quero começar por dar os parabéns a Bruno de Carvalho. Porquê? Porque voltou a confirmar aquilo que pensava dele. Um presidente Sportinguista à frente do Sporting. Sem alianças, sem favores, sem submissão a A ou B.

A guerra pela presidência da Liga, na qual Benfica e Sporting parecem aliados, é apenas um campo de batalha em todo o sistema que é o futebol português. Noutros campos, Benfica e Sporting são rivais. Não inimigos, como outrora, apenas rivais. E assim é que tem que ser.

Se Bruno de Carvalho se sente prejudicado pelas arbitragens, não tem nada que ficar calado. Fala muito? É muito exuberante? Isso, a mim, diz-me pouco. Interessa que defenda o seu clube. E nisso, tem sido cinco estrelas. É, no entanto, verdade que as contas de Bruno de Carvalho têm muito por onde pegar. A começar pelos sete pontos que, segundo ele, dariam a liderança ao Sporting. Não sei a que jogos e a que lances se refere mas sei que sete pontos davam apenas para igualar o Benfica. E, agora ao contrário de outrora, os encarnados levam vantagem em todos os critérios de desempate.

Já aqui escrevi, noutras ocasiões, que me parece um erro primário (embora grave) que o Sporting coloque tudo no mesmo saco. Por momentos, confesso, pareceu-me que Bruno de Carvalho tinha mais ou menos a noção de que Benfica e FC Porto eram os dois rivais a bater mas que no jogo de bastidores, um deles manda muito mais. A conferência de imprensa de ontem, pelo que percebi, veio provar que eu estava enganado. As “forças de cima” e as “forças de baixo” de que o presidente do Sporting falou são os dois rivais. Assim mesmo, sem distinção. Isto depois de uma jornada em que o Sporting se sentiu prejudicado, o Benfica se sentiu prejudicado e o FC Porto… bem, o FC Porto não falou de arbitragens. Pudera.

Pelo que li do jogo deste fim-de-semana no Bonfim, a arbitragem de Vasco Santos teve muitos erros. Demasiados erros para 90 minutos de futebol. Mas também li que cometeu erros graves para os dois lados. Pelo que vi nas repetições, o Sporting acabou sendo o mais prejudicado. Mas quem anda há muito tempo nisto, sabe que um árbitro daqueles ‘bem encomendados’ não validaria aquele golo a Slimani (a bola entrou?) nem assinalaria aquele penalty-fantasma sobre Capel. Foi lá com o propósito de roubar o Sporting, encomendado pelos de cima ou pelos de baixo, e resolveu dar umas abébias para o Sporting só para dar mais emoção ou para disfarçar?

No fim das contas, Sporting e FC Porto fazem questão de entregar as faixas ao Benfica. O Sporting, confesso, tem sido algo confuso nesta questão. A conversa de não ser candidato era estranha para um clube que ou liderava ou andava muito próximo disso. Agora, já não é candidato porque, segundo Bruno de Carvalho, não os deixaram ficar em primeiro. Porém, não é a primeira vez que vemos esta encomenda de faixas para o Benfica nos tempos mais recentes. Também Vítor Pereira, ex-técnico portista, o fez há dois anos e todos se lembram o que aconteceu daí para a frente nos jogos dos encarnados. Esta semana, as nomeações de árbitros para a próxima jornada sairam logo à terça-feira. Com muito tempo de antecedência. Parece que vai ser o homem do talho a apitar o Benfica, aquele malvado Benfiquista que todos sabem onde vive. E no Sporting-Porto teremos Olegário, o juiz da AF Leiria que foi premiado pela AF Porto. Isto promete… E não, nada está entregue.

GOSTOU DESTE ARTIGO? ENTÃO ENTRE EM https://www.facebook.com/palavrasaoposte, CLIQUE ‘GOSTO’ E ACOMPANHE OS ARTIGOS DIÁRIOS DO PALAVRAS AO POSTE! 

joni_desenhoJoni Francisco

One thought on “Calma que ainda mal começou

  1. Ouvi antentamente a conferência d imprensa do Bruno de Carvalho. Nada de novo. Ainda assim, fiqeui com uma dúvida: como se processa na prática o inconformismo dos sportinguista a que o presidente faz um apelo veemente? Recorrer ao Ministério Público? Exibir tarjas denunciadoras durante os jogos? Reclamar junto da FIFA e/ou da UEFA? Ou… dar cabo dos talhos dos árbitros que o possuem? E quanto aos árbitros que não têm talhos? E se o Benquerença se lembra de fazer ao Sporting o que Proença faz “por sistema” ao Benfica?
    A verdade é que a partir do momento em que o “Apito Dourado” deu no que deu, i.e. em nada que se visse, de nada vale o inconformismo seja de quem quer que se sinta prejudicado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s