Home

…poderíamos falar num crónico e super-candidato à vitória final da competição. E num muito provável campeonato desigual para 2014/15. Não poderia estar a falar de outra equipa que não o FC Porto. Por todas as circunstâncias e mais algumas, mas sobretudo pelo investimento megalómano de mais de 30 milhões de euros, os dragões são o grande e principal favorito à conquista do campeonato.

Os dirigentes da estrututra azul e branca cedo perceberam que Paulo Fonseca era flop inevitável e que o trabalho para 2014/15 teria de ser antecipado. Como de costume, foram rápidos e eficazes na definição de alvos e de uma estratégia, a começar pela contratação do treinador. Não se pode obviamente, para já, fazer qualquer juízo sobre o sucesso de Lopetegui no dragão, mas todo o planeamento e conceito pensados pelo FC Porto para a nova temporada, pese embora se possa (ou deva) discutir os avultados meios económicos suportados um acréscimo de endividamento a uma sociedade a viver sob grandes dificuldades financeiras, fazem sentido.

No Sporting, a inesperada saída de Leonardo Jardim não apanhou, apesar de tudo, desprevenida a direcção do clube verde e branco, que foi mais uma vez extremamente eficaz na escolha de um novo treinador, como se já tivesse tudo pensado ainda antes de se saber sequer da possibilidade de saída de Jardim para o Mónaco. O que só por si é um sinal de competência e trabalho desenvolvido. Também nas contratações houve rapidez e até a ver alguns potenciais bons negócios, mas a verdade é que a incerteza sobre a saída dos craques da equipa continua a existir e continuam a faltar outro tipo de craques capazes de dar o tão ansiado título ao treinador Marco Silva. 

No Benfica, o campeão de 2013/14, cedo se pensou que seria a saída de Jorge Jesus a abanar a estabilidade do clube encarnado na última época. Só que o treinador acabou por continuar na Luz e é ao invés a saída a conta gotas das principais figuras da época passada que começa a fazer mossa e a pôr Luis Filipe Vieira e Rui Costa mais uma vez sob fogo cruzado. Porque até agora há contratações duvidosas, e porque os valores envolvidos nas vendas das principais estrelas estão longe de corresponder às expectativas lançadas pelo Presidente encarnado. No entanto, no Estádio da Luz continuam, para já, a morar alguns grandes nomes e até ao fecho do mercado é provável que cheguem mais alguns, com Jorge Jesus a continuar a ser o mestre de sempre a potenciar as qualidades dos jogadores que lhe colocam à disposição. A festa da última temporada é que pelos vistos acabou por prejudicar o planeamento da que agora começa, com muitos atrasos e arrastamento de processos e decisões.

Apesar deste balanço global e dos resultados e do entusiasmo/decepção resultantes dos primeiros jogos de pré-época, é olhando para os plantéis que se descobre a verdade nua e crua da real valia dos três crónicos candidatos ao título. Sem saber o que vale Lopetegui, como será a adaptação de Marco Silva a Alvalade e a readaptação de Jorge Jesus a um plantel que deverá ser completamente remodelado, a qualidade dos jogadores de FC Porto, Sporting e Benfica é crucial para perceber quem parte à frente para 2014/15.

Segurança no forte

Com o FC Porto à procura de um guardião substituto para Helton (e com Fabiano alegadamente de saída) e o Benfica também na mesma onda (Romero está a chegar), é na baliza do Sporting que continuará a morar o melhor guarda-redes do campeonato português. Apesar da campanha para o denegrir levada a cabo por alguma imprensa no naufrágio português no Brasil, Rui Patrício continua a ser sinónimo de segurança e defesas impossíveis. Vantagem para os leões neste sector.

Eixo imbatível

Uma dupla de defesas-centrais coesa e de qualidade técnica é fundamental para qualquer equipa que pretenda chegar ao título. Imponência física, velocidade, capacidade no jogo aérero, antecipação e desarme são características exigidas a um bom defesa. Mas que nem todos conseguem reunir. Do conjunto de centrais dos três grandes, destacam-se Martins Indi, Eric Dier, Marcos Rojo e Luisão. Vantagem, por isso, uma vez mais, para o Sporting, que tem presentemente a melhor dupla de centrais do campeonato.

Laterais voadores

Uma equipa grande tem de ter pelo menos um bom defesa-lateral. Que seja competente a defender, mas sobretudo que ofereça profundidade ao corredor, apoiando o ataque e ajudando a perfurar as ultra-defensivas equipas adversárias. Danilo e Alex Sandro são provavelmente os melhores do campeonato, e as contratações de Opare e Martins Indi (que também pode jogar à esquerda) tornam os corredores defensivos do FC Porto muito fortes. O pé esquerdo de Jefferson e a experiência e abnegação de Maxi Pereira são também duas armas importantes para Sporting e Porto, mas os outros não estão por agora ao mesmo nível. Ganha o FC Porto neste capítulo.

No meio é que está a virtude

O controlo das partidas faz-se hoje por meio da capacidade dos médios de recuperar e/ou circular a posse de bola. O posicionamento, o desarme, e a qualidade de passe são particularmente importantes neste sector. Sem Fernando e Lucho, mas com Casemiro, Evandro e Carlos Eduardo, o FC Porto contará com um meio-campo manifestamente mais forte do que o da campanha passada. O Sporting, se conseguir manter William Carvalho, apresenta este ano um conjunto de novas soluções (Rossel, Slavchev, João Mário) que torna a sua zona intermediária também mais forte do que 2013/14. No Benfica as dúvidas são muitas e o número de alternativas nem por isso. Talisca mostra, para já, ser um bom reforço, mas é preciso mais. Muito equilíbrio neste sector, mas Porto e Sporting parecem estar por cima dos encarnados..

São os ataques que dão campeonatos

Este é provavelmente o sector mais desequilibrado do campeonato dos três grandes, e com larga vantagem para o FC Porto. Sem perspectivas de perder quaisquer valores (a saída de Jackson parece complicada), os dragões contam com nomes como Ádrian López, Tello, Brahimi, Quaresma e Quintero. Todos eles desequilibradores natos, daqueles que decidem partidas, que constroem golos, assistências, vitórias…e campeonatos. Numa Liga onde 80% das equipas jogam para o pontinho, com praticamente onze homens a defender atrás da linha da bola, são jogadores de risco, drible e técnica apurada que podem virar empates em triunfos. E com isso garantir importantes vantagens pontuais sobre os adversários. Ainda com o melhor ponta-de-lança da Liga nas suas fileiras, o FC Porto tem o melhor ataque do campeonato, e sobretudo por causa disso é o grande candidato ao título. É verdade que Jorge Jesus continua a contar com Salvio e Gaitán, mas até quando? Ainda assim, os dois não chegam para suplantar a quantidade de soluções do FC Porto. No Sporting a situação é ainda pior, porque apesar de os leões se terem reforçado bem no mercado, e contarem com um plantel mais forte do que no ano passado, continuam a negligenciar a principal lacuna da equipa em 2013/14. Os verde e brancos continuam a não ter os tais jogadores que o FC Porto tem, aqueles capazes de assumir o jogo e decidir partidas. Capel e Carrillo não conseguem assumir esse papel, e os leões continuam com uma baixa produção ofensiva, apesar de superior a anos transactos. Carlos Mané, Shikabala e Ryan Gauld parecem também ainda não estar preparados para tal, embora seja cedo para fazer grandes avaliações. De qualquer forma, no caso da permanência de Islam Slimani em Alvalade, seria fulcral, para o Sporting, contratar pelo menos um extremo de nível preparado para ser o craque da equipa e o melhor parceiro do argelino, que precisa claramente de um bom pé esquerdo ou direito capaz de potenciar o seu jogo aéreo de forma regular e eficaz durante os 90 minutos. Sem esse jogador, dificilmente os leões conseguirão arrecadar o título. Poderão andar lá perto durante boa parte da temporada, mas nos momentos decisivos faltará sempre aquele tipo de jogador de que precisa e não tem, mas que os outros têm.

 Aposta final

É por isso que acredito, que se a Liga começasse hoje…o vencedor seria o FC Porto. Trata-se apenas de uma aposta baseada na qualidade dos planteis, afinal de contas um dos factores mais importantes para a conquista de um campeonato. Apesar das teorias (a maioria delas com interesses perversos e contrários às mensagens transmitidas) e dos resultados de pré-época, é a quantidade e qualidade de jogadores que maior peso terá sobre o desfecho da próxima temporada. O investimento de mais de 30 milhões do FC Porto é brutal e não pode ser ignorado, os dragões estão claramente na frente. Mas a procissão ainda vai no adro, como se costuma dizer, e numa pré-época tudo muda de um dia para o outro. Os milhões que por agora vão circulando ainda terão muita influência sobre o que irá acontecer. Falamos mais tarde.

GOSTOU DESTE ARTIGO? ENTÃO ENTRE
EM https://www.facebook.com/palavrasaoposte, CLIQUE ‘GOSTO’ E
ACOMPANHE OS ARTIGOS DIÁRIOS DO PALAVRAS AO POSTE!

???????????????????????????????André Cunha Oliveira

Anúncios

One thought on “Se a Liga começasse hoje…

  1. Concordo com a conclusao geral, mas nos particulares a analise so’ faz sentido se assumirmos que Enzo e Gaitan sairao do Benfica. O Porto estava a anos luz do benfica na epoca passada, e agora ‘e por contratar Casemiro e Evandro que vao ser melhores? Duvido ate bastante que Evandro e Carlos Eduardo alguma vez cheguem a titulares, numa equipa que tem Herrera, Quintero, Brahimi, etc.

    Nas alas o FCP esta’ melhor onde o ano passado estava melhor o Benfica: no banco. Mas os titulares continuam a ser Gaitan (ate ver) e Salvio, jogadores perfeitamente entrosados e que pedem mecas a qualquer medio ala do Porto.

    Na frente de ataque, saiu o Rodrigo, entrou o segundo melhor marcador da Liga e mais alguns desconhecidos. No Porto nao saiu nem entrou ninguem (a menos que Adrian passe a jogar como segundo PL, o que duvido).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s