Home

Por vezes a beleza das coisas ou a magia dos artistas está na arte de simplificar. Rebuscar, transformar, inventar e reinventar pode dar resultados soberbos ou desastres sem fim. A aposta na simplicidade e na lógica torna-se natural e segura em águas onde navega a bela redondinha. É quase premissa essencial para o sucesso.

Não quero com este texto pregar uma maravilhosa nova selecção que apenas tem 90 minutos de combate. A minha pretensão é apenas saudar o bom senso. Primeiro a convocar – apesar de não concordar com algumas apostas, apenas Quaresma e Éder não são titulares nas suas equipas –  e depois a esquematizar – devemos alinhar no xadrez de acordo com as peças que dispomos.

É verdade que os problemas existem – impossível esquecer as crateras nas laterais – e houve equívocos – corrigidos por William, João Mário, Ricardo Carvalho – mas não deixa de ser triste verificar que quase sem trabalho nenhum – basicamente foi chamar os melhores, em melhor forma e colocá-los numa disposição mais favorável às suas características – Portugal fez um jogo muito conseguido frente a uma das mais compactas e promissoras equipas do futebol mundial.

E digo triste, porque a falta de qualidade, alternativa e opção que serviu de escapatória para convocatórias absurdas e insistências clubísticas e empresariais só existiu no passado – quase presente – por pura inércia do medíocre e incapacidade de ceder espaço ao talento.

Aquilo que a maioria viu em solo gaulês e alguns assistiram em terreno holandês – que banho deram os nossos meninos à famosa Laranja – só demonstra que a questão nunca foi qualidade, mas sim oportunidade.

Não há certezas se o futuro destes rapazes, será o futuro do conjunto das quinas. De certo, só a necessidade de paciência e espaço para que se imponham profissionalmente e a convicção de que com trabalho e dedicação provarão que estas palavras não são em vão.

Nenhuma destas linhas elogiosas quer dizer que venceremos os cavaleiros da Dinamarca, mas transmite alento e confiança de que não é só de um lado que há, no mínimo, treinos decentes, atletas a 100% e ambição de vencer as batalhas.

 

GOSTOU DESTE ARTIGO? ENTÃO
ENTRE EM https://www.facebook.com/palavrasaoposte, CLIQUE ‘GOSTO’
E ACOMPANHE OS ARTIGOS DIÁRIOS DO PALAVRAS AO POSTE!                     

SONY DSCBruno Gomes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s